Alerta
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 129

Tomar

Loading…
  • 0
  • 1

Tomar é uma das cidades portuguesas mais ricas em património histórico, de que o Convento de Cristo é o esplendor máximo, mas também em tradições culturais únicas no mundo, como a Festa dos Tabuleiros. Atento à importância desses valores, o Município tem apostado seriamente na herança templária, mas também noutros legados relevantes, como os judaicos, para incrementar a cultura e o turismo. Fê-lo igualmente com outros que nos são mais próximos no tempo, de que são exemplo o Núcleo de Arte Contemporânea ou a recuperação em curso do antigo complexo industrial da Levada. A forte dinâmica criativa e associativa do concelho tem também proporcionado uma ampla oferta de espetáculos e produtos culturais, sendo ainda relevante o peso das escolas nessa matéria.

Território: 351,2 km²
População: 40.677
Associado desde 2014
Espaços Artemrede/Lista de equipamentos culturais: Cineteatro Paraíso

site: www.cm-tomar.pt

 

Cineteatro Paraíso

SALA


No local que acolheu a primeira sala de espetáculos de Tomar, o Teatro Nabantino, no século XIX, surgiu em 1924 o Teatro Paraíso, após as obras do arquiteto Deolindo Vieira. Em 1947, reabriu após nova remodelação do arquiteto Ernesto Korrodi. Após quase meio século, encerrou definitivamente ao público em 1991. O novo Cineteatro Paraíso abriu ao público em 2002, funcionando desde então como a principal sala de espetáculos de Tomar.

A Sala de espetáculos tem capacidade para 410 pessoas e adapta-se as mais diversas formas de artes cénicas (música, teatro, dança...) e cinema.


Download - Rider Técnico 

facebook: https://www.facebook.com/cineteatroparaisotomar

Complexo Cultural da Levada

O Complexo Cultural da Levada de Tomar é um espaço cultural onde, no séc. XX, funcionou o grupo industrial Mendes Godinho. Herdeiro de uma tradição pré-industrial que remonta à época templária, o local teve sempre um papel determinante no desenvolvimento local, desde os antigos moinhos e lagares até à central fez de Tomar uma das primeiras cidades portuguesas a terem iluminação pública elétrica.

Já no século XX, foi um ex-libris do maior grupo industrial do concelho. Recuperado arquitetonicamente, através de projeto de requalificação e reabilitação da responsabilidade do atelier do arquiteto Chuva Gomes, foram definidas as suas áreas vocacionais, enquanto espaço patrimonial profundamente ligado às vivências da comunidade local, com vista à sua implementação.

Download - Rider Técnico 

 

Newsletter

       

ARTEMREDE - Teatros Associados
Palácio João Afonso
Rua Miguel Bombarda, 4 R/C
2000-080 Santarém
Portugal