Programação atual

E AGORA NÓS!


MOITA – BAIXA DA BANHERA | Fórum Cultural José Manuel Figueiredo| sáb 6 mai 2016 | 21h30
PALMELA | Centro Cultural do Poceirão | sáb 7 mai 2016| 21h30
BARREIRO | Auditório Mun. Augusto Cabrita | sáb 10 set 2016 | 21h30
SANTARÉM | Teatro Sá da Bandeira | dom 2 out 2016 | 17h00
SESIMBRA | Cineteatro Municipal João Mota | sáb 15 out 2016 | 21h30
ALMADA | Sala Experimental Teatro Mun. Joaquim Benite | sáb 29 out 2016 |21h30
ALCANENA | Cine-Teatro São Pedro | sáb 4 mar 2017 |21h30
OEIRAS | Auditório Municipal Ruy de Carvalho | sex 13 jul 2018 |21h30


SINOPSE


“E Agora Nós!” resulta da vontade de querer trabalhar com três pessoas: Adriano Diouf, Jéssica Ribeiro e Vânia Lopes, que descobri por ocasião de uma oficina de teatro que dirigi no Centro de Experimentação Artística (CEA) do Vale da Amoreira. Por ocasião da última oficina que lá realizei, descobri o 'Joãozinho' da Costa, e foi assim que formei este quarteto vindo do Vale da Amoreira, onde conheci os intérpretes mais rigorosos do meu trabalho. Ainda em outubro de 2015, começámos a reunir semanalmente no CEA, para fazer um jogo, a que chamo de “jogo das perguntas difíceis”. É obrigatório olhar olhos-nos-olhos e é proibido responder sim ou não. E o jogo só resulta se o jogador-que-pergunta for indiscreto. Quanto ao jogador-que-responde, deve assumir um exame de consciência, ou pelo menos, de memória. Não é obrigado a responder. Só não pode esquivar-se à pergunta. No processo, descobri que a Vânia, a Jéssica e o Adriano, quando frequentavam a escola secundária, participavam num jogo a que chamavam “rodinha”: todos os dias, reunia-se um grupo de alunos à entrada da escola, a fazer comentários sobre quem passasse. Era uma espécie de tribunal das aparências, em que todo o “vaidosismo” e autoestima eram sujeitos a um rigoroso exame. Decidi então sintetizar o jogo das perguntas difíceis e da rodinha num só jogo, que passou a chamar-se “rodinha de fogo”. Nesta rodinha, até o público se arrisca a entrar, mesmo que prefira (à semelhança dos alunos da escola) não ficar envolvido... A alternativa a não arder é contar uma história, daquelas que são difíceis de partilhar.

Rui Catalão


SOBRE O PROJETO ODISSEIA

A apresentação do espetáculo "E Agora Nós!" e a realização da oficina de teatro "Agora, Faz Tu!" estão integradas no projeto ODISSEIA, desenvolvido pela Artemrede em parceria com a cooperativa de solidariedade social RUMO e cofinanciado pela Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito da 2ª edição do programa PARTIS. ODISSEIA é um projeto de formação e capacitação artísticas promovido pela Artemrede em seis municípios associados – Almada, Barreiro, Moita, Oeiras, Santarém e Sesimbra – e que tem como participantes diretos jovens entre os 16 e os 25 anos residentes nestes territórios. ODISSEIA é um projeto a três anos – 2016 a 2018 – constituído por três componentes artísticas – Teatro / Dramaturgia, Artes de Rua e Cinema / Música -, cada uma das quais orientada por uma equipa artística distinta. Cada uma destas componentes desdobra-se em duas fases: formação certificada e a criação de um objeto artístico nas áreas identificadas.

FORMAÇÃO PROFISSIONAL
Oficina de teatro "Agora, Faz Tu!"

Nos municípios onde será desenvolvido o Projeto ODISSEIA, o espetáculo “E Agora Nós!” é acompanhado da Formação Profissional “Agora, Faz Tu!”.


FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

Autoria: Rui Catalão
Interpretação: Adriano Diouf, Jéssica Ribeiro, Joãozinho da Costa, Vânia Lopes
Luzes: Pedro Machado
Produção: [PI] Produções Independentes | Tânia M. Guerreiro
Coprodução: Teatro Maria Matos, Artemrede/Projeto Odisseia e Câmara Municipal da Moita / Centro de Experimentação Artística
Apoios: Partis/Fundação Calouste Gulbenkian
Parceiro: RUMO
Produções Independentes é uma estrutura financiada pelo Governo de Portugal / Direção Geral das Artes

Duração Espetáculo: 60 min
Lotação Máxima: 60 lugares
Público Alvo: Geral
Faixa Etária: M/12
Género Artístico: Teatro

Newsletter

       

ARTEMREDE - Teatros Associados
Palácio João Afonso
Rua Miguel Bombarda, 4 R/C
2000-080 Santarém
Portugal