Alerta
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 129

Arquivo

Agora, Faz tu!

Produções Independentes


BARREIRO | Aud. Mun. Augusto Cabrita
Oficina | 28 jan, 4 fev, 25 fev, 4 mar, 11 mar | das 14h às 17h30
Apresentação final | qua 18 mar | 21h30 (Entrada livre)

MOITA | Fórum Cultural  José Manuel Figueiredo
Oficina 
| 19 mar (18h às 21h), 23, 24, 30 e 31 mar, 1, 2 (9h30 às 12h30) e 3 abr | das 14h às 17h
Apresentação final
| sab 4 abr | 21h30 (Entrada livre)

PALMELA
| Cine-teatro São João
Oficina
(Escola José Saramago – Poceirão) | 10 mar, 7, 14, 21 e 28 abr, 5 e 12 de maio | a partir das 12h
Apresentação final
| ter 19 mai | a definir

MONTIJO 
| Cinema Teatro Joaquim d'Almeida 
Oficina | 23 e 30 abr, 7, 14, 21 e 28 mai, 3 e 4 jun | das 19h30 às 22h
A
presentação final | sab 6 jun | 19h30 


SINOPSE

Agora, faz tu é uma caixa de ferramentas para aprender a fazer peças – isto é, para aprender a escrever (ou adaptar) um texto, para aprender a encená-lo, e para aprender a usar os diferentes materiais de cena de modo a apresentar essa peça.
O trabalho de cena é como um laboratório de formas de vida – nesse laboratório que é o palco podemos projetar o que queremos ser; podemos encenar o que já fomos; podemos encenar como estamos e como nos sentimos, ou como vemos o mundo à nossa volta; e podemos projetar como viver em grupo. Podemos enfim elaborar sobre todas as coisas que nos importa fazer e pensar num contexto protegido, onde a experimentação e o erro são controláveis. E podemos fazer isto tudo partilhando-o com os outros!
AGORA, FAZ TU podia ser um manual de instruções de como fazer todas essas possíveis peças, mas não é! AGORA, FAZ TU é uma caixa de ferramentas, que oferece uma série de modelos de trabalho, com os seus processos e mecanismos, e oferece também acompanhamento (na forma de oficinas de trabalho, e reuniões periódicas com sugestões para desbloquear e dar continuidade ao trabalho). A sua principal mais valia é permitir que o grupo de trabalho aprenda a organizar-se, a ganhar sentido de responsabilidade e a fazer por si mesmo – tomando decisões, aprendendo a fazer, e a ganhar consciência de como fazer.
Os modelos apresentados são assim pontos de partida claramente definidos, para que depois o grupo possa usá-los e alterá-los de acordo com as suas necessidades, de modo a encontrar o modelo que melhor se adequa à Dinâmica de grupo.
O projeto engloba oficinas de trabalho, construção de uma peça, apresentação de peça com participação de jovens do local de acolhimento.
 
FICHA ARTÍSTICA

Autor e formador: Rui Catalão
Apoio à formação: Urândia Aragão e Tiago Gandra

Newsletter

       

ARTEMREDE - Teatros Associados
Palácio João Afonso
Rua Miguel Bombarda, 4 R/C
2000-080 Santarém
Portugal