Notícias

A Artemrede em 2019

Neste final de ano olhamos para o percurso feito em 2019 e relembramos a intensa atividade que a Artemrede e os seus associados desenharam no ano que agora se encerra. Iniciaram-se novos projetos e demos continuidade às principais dimensões da rede: o desenvolvimento de públicos, os projetos de território e com as comunidades, a internacionalização e a qualificação das equipas dos 16 municípios associados.

Ao longo deste ano, os municípios associados programaram no âmbito da Artemrede 104 apresentações de espetáculos e 39 sessões de diferentes oficinas. A 3ª edição do Manobras – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas (13 setembro – 31 outubro) levou 20 propostas a 10 municípios. Mininu, a criação de Fernando Mota, foi coproduzido pela Artemrede e apresentado em 5 municípios. Continuando o desafio do ano anterior, a programação de 2019 voltou a integrar projetos que foram selecionados pelos grupos de Visionários (espectadores-programadores) de Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Barreiro, Pombal, Lisboa, Sesimbra e Tomar.
Alcobaça celebrou o Amor na 3ª edição do Manobras, com 12 - Até ao Fim do Mundo, uma vídeo-instalação para 5 monitores, o quarto Objeto Visual criado pelo músico e cineasta António-Pedro/Caótica no âmbito do projeto OUTROS CENTROS, cofinanciado pelo programa Centro 2020. 12 - Até ao Fim do Mundo estará em exposição na Central de Confluência dos Rios/Jardim do Amor, em Alcobaça, até ao dia 29 de fevereiro de 2020.

O projeto MEIO NO MEIO, promovido pela Artemrede em parceria com a Rumo e a Nome Próprio, desenvolveu 4 ações de formação nas áreas da dança, do cinema, do teatro, da música Hip-Hop/Rap e das artes visuais para os grupos de jovens e adultos residentes em 4 territórios dos concelhos de Almada, Barreiro, Moita e Lisboa. Os artistas-formadores que orientaram estas ações foram Catarina Pé-Curto e Joana Sabala (artes plásticas, Almada), Carina Silva (teatro, Barreiro), Mário Ventura (cinema, Moita), Nuno Varela (música Hip-Hop/Rap, Lisboa) e Victor Hugo Pontes (dança).
Desde o início do ano, o projeto europeu RESHAPE, do qual a Artemrede é parceira - um projeto de investigação e reflexão cofinanciado pelo programa Europa Criativa e que reúne 19 instituições da região Euro-mediterrânica  - fez a seleção dos 5 grupos de RESHAPERS, organizou o Fórum Reshape em Lublin (Polónia), o encontro Intensives em Cluj-Napoca (Roménia) e a primeira fase dos workshops, em diferentes países, com o objetivo de encontrar futuros modelos sustentáveis e inovadores para o trabalho no sector cultural e artístico.

Por sua vez, no âmbito do projeto Be SpectACTive!, os grupos de Visionários da Biblioteca de Marvila, em Lisboa, do Teatro-Cine, em Pombal, e do Cineteatro Municipal João Mota, em Sesimbra, escolheram a programação a apresentar na Semana do Espectador, que ocorreu de 9 a 17 de novembro e que incluiu também o Dia Europeu do Espectador, um evento simultaneamente presencial e virtual, que reuniu os vários grupos europeus de espectadores-programadores que participam neste projeto apoiado pelo programa Europa Criativa.
Santander acolheu a primeira coprodução internacional do projeto, The Other Map, uma criação do duo Marc Rodrigo e María Stoyanova que estreou a 18 de outubro no Café de las Artes Teatro. Mais recentemente, a segunda coprodução, Nibiru, de Tamara Zsófia & Gryllus Ábris & Tóth Márton Emil, estreou no Bakelit Multi Art Center em Budapeste.

A terminar o ano, as Visitas Extraordinárias por Guias Extraordinários chegam a Sobral de Monte Agraço e Tomar. PATRI…KÊ? Visitas Extraordinárias por Guias Extraordinários, um projeto do Teatro Meia Volta e depois à esquerda quando eu disser, substitui os tradicionais guias turísticos por alunos de duas escolas destes municípios, que organizam visitas patrimoniais abertas à comunidade. Desde outubro Anabela Almeida e Alfredo Martins, em colaboração com os professores, orientam os alunos na fase de pesquisa e criação das Visitas Extraordinárias à Sinagoga de Tomar e ao Centro Histórico de Sobral de Monte Agraço que serão realizadas no início de 2020.
Desde 2017, este projeto tem criado Guias Extraordinários em Abrantes, Alcanena, Alcobaça e Pombal.

O Dia da Artemrede foi um momento de encontro e de partilha entre todos os que diariamente dão corpo à Artemrede nos seus diversos territórios. A 1ª edição deste encontro foi acolhida pelo Município de Santarém que proporcionou aos restantes associados um programa cultural composto por visitas a vários locais patrimoniais no Centro Histórico da cidade seguidas da apresentação do espetáculo Step to Duplicate, do coreógrafo Nuno Labau.

Em maio, o Município de Pombal recebeu o 3º Fórum Político, que abordou o tema Redes Culturais: modelos de cooperação para o desenvolvimento dos territórios. Esta reunião de autarcas e decisores políticos advogou pela criação de redes culturais e pelo apoio financeiro ao financiamento das mesmas, como um dos meios para promover a democracia cultural em todo o território nacional.

2019 foi também o ano de crescimento da rede, com a adesão do Município de Montemor-o-Novo e da Associação Acesso Cultura.

Dando continuidade à formação das equipas dos municípios associados, a Artemrede organizou cinco ações de formação em colaboração com a Acesso Cultura: Mediação Cultural: projetos participativos e de proximidade, Comunicação Cultural, Frente de Casa e Acolhimento, Gestão de Projetos, Acesso a Financiamento: Mecenato e Fundrasing.

Além destas formações dirigidas aos associados, foram também organizadas algumas sessões abertas aos agentes culturais do território, nomeadamente uma sessão de esclarecimentos sobre o programa Europa Criativa e quatro sessões de informação promovidas pela Loja Lisboa Cultura onde se falou sobre direitos de autor, licenciamentos, financiamentos, a criação de entidades e início de atividade.

À semelhança de 2018, a Artemrede marcou presença em vários debates e conferências nacionais e internacionais como a conferência Internacional do projeto Be SpectACTive!, em Montpellier, a conferência Cultura. Território e Desenvolvimento, organizada pela Direção Regional de Cultura do Centro, em Idanha-a-Velha, a sessão Make the Most | Fundos europeus para a cultura, promovida pela Fundação GDA na Batalha, e o Seminário Life on Mars, em Milão, promovido pela organização Liv.in.g (Live Internationalization Gateway).

Fechamos 2019 a olhar para 2020 e para os novos desafios que nos aguardam. A programação em rede será selecionada no início do ano. O projeto OUTROS CENTROS continuará a desenvolver Objetos Visuais e Visitas Extraordinárias em novos territórios e apresentará a 4ª edição do Festival Manobras em setembro e outubro. Os projetos Reshape, Be SpectACTive! – ambos cofinanciados pelo programa Europa Criativa e Meio no Meio, que conta com o apoio do programa Partis, continuarão rumo a novas trajetórias. Em 2020 teremos ainda uma grande aventura pela frente: elaborar uma Carta de Compromisso da Artemrede, um documento identitário da rede, que incluirá princípios e compromissos de política cultural.

Obrigada a todos que colaboraram connosco este ano e esperamos que 2020 inclua medidas políticas para promover verdadeiramente a coesão territorial no acesso à criação, participação e fruição culturais.



foto: MEIO NO MEIO_formação de dança com Victor Hugo Pontes © José Caldeira

Modificado emsábado, 21 dezembro 2019 10:12

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/artemred/public_html/v3/templates/gk_university/html/com_k2/templates/default/item.php on line 134

Newsletter

       

ARTEMREDE - Teatros Associados
Palácio João Afonso
Rua Miguel Bombarda, 4 R/C
2000-080 Santarém
Portugal