Comunicados

Labor#2 - Coprodução ARTEMREDE

Labor #2, uma coprodução Teatro do Vestido e Artemrede, estreia dia 29 de abril no Barreiro

Estreia no próximo dia 29 de abril, no Espaço Memória, no Barreiro, o espetáculo Labor #2, uma coprodução da companhia Teatro

do Vestido e da Artemrede, que pretende refletir sobre a temática do trabalho.

O processo criativo de Labor #2 faz-se nas ruas, no encontro com as pessoas, oferecendo uma interpretação do que é o trabalho e que lugar ocupa na sociedade atual. Em residência artística no Barreiro, a companhia Teatro do Vestido tem vindo a recolher depoimentos e histórias de vida para a construção deste espetáculo

Labor #2 faz parte de um projeto teatral em três partes sobre a história, a função e as contradições do trabalho, sendo que a primeira parte deste projeto, Labor #1, estreou em 2013, em Lisboa.

Com texto, direção e interpretação de Joana Craveiro, este espetáculo acontecerá fora dos palcos convencionais, percorrendo em cada concelho diversos espaços relacionados com o imaginário laboral. Nos dias 29 e 30 de abril, Labor #2 vai estrear no Barreiro, no Espaço Memória, seguindo depois para municípios como a Moita, Sesimbra, Oeiras, Santarém e Abrantes.

DIGRESSÃO

Barreiro: 29 e 30 abril, às 21h30
Moita: 15 e 16 de maio
Sesimbra: 5 e 6 de junho


SINOPSE

Labor #2 faz parte de um projeto teatral do Teatro do Vestido em várias partes sobre a história, função e contradições do trabalho. O trabalho “edifica,” “liberta,” “confere dignidade,” “identidade” – dizem-nos, e desde cedo começámos a pensar no que ‘queríamos ser’, ou ‘aquilo em que queríamos trabalhar.’ A sociedade moderna, como a conhecemos, organizou-se e organiza-se em função do trabalho. Mas mudanças subtis tomaram conta da realidade desta sociedade moderna na qual crescemos, e têm vindo a operar uma transformação no lugar central que o trabalho ocupava até agora. O desemprego galopante - e por vezes escondido por estatísticas enganadoras que contabilizam trabalho precário e estágios profissionais como se de emprego real se tratasse - o esvaziamento dos sindicatos, as questões da contratação coletiva, os polémicos acordos da concertação social, as sucessivas greves – tudo isto nos levou a sair da sala de ensaio para as ruas de algumas cidades a ver o que resta, então, do trabalho – e que lugar é que este ocupa ainda hoje na nossa sociedade. Em Labor #2, investigamos realidades laborais particulares dos concelhos do Barreiro, Moita, Sesimbra, Oeiras, Abrantes e Santarém. Movemo-nos no meio das pessoas, das suas histórias de vida, por entre as ruínas de fábricas, salinas, barcos, e as memórias da resistência anti-fascista e de um tempo – o da revolução – em que tudo estava por inventar. Construímos assim uma espécie de teatro documental, o tipo de teatro capaz de expor a realidade nas suas múltiplas facetas, deixando ao espetador a reflexão possível a realizar.

O Teatro do Vestido prossegue com este projeto a sua tentativa de compreensão do presente através de uma convocação da história de Portugal, nomeadamente, fragmentos de uma história que considera ‘invisível’ e esquecida. Labor #1 estreou em julho de 2013 no Teatro Municipal Maria Matos, em Lisboa.


SOBRE A COMPANHIA



DOWNLOAD DOSSIER DE IMPRENSA


Mais infos atualizadas aqui: site / Facebook

Modificado em%PM, %01 %753 %2016 %17:%Mar.

Newsletter

       

ARTEMREDE - Teatros Associados
Palácio João Afonso
Rua Miguel Bombarda, 4 R/C
2000-080 Santarém
Portugal