Notícias

Artemrede: o balanço de 2017 e a aposta na continuidade em 2018

Desenvolvimento de públicos, envolvimento de comunidades, valorização do património, formação, reflexão política, programação, internacionalização. Foram estes os princípios orientadores do trabalho da Artemrede em 2017 - um ano intenso de consolidação da rede, que reúne - desde janeiro, com a adesão de Pombal - um total de 15 municípios do centro e da região de Lisboa e do vale do Tejo.

O primeiro semestre do ano foi marcado pelo lançamento da segunda fase do projeto Odisseia. A companhia Radar 360º andou pelas ruas de Oeiras, Barreiro, Santarém, Moita, Sesimbra e Almada com várias ações de formação que resultaram no espetáculo itinerante Histórias em Viagem (assista ao trailer aqui). Mistura fascinante de teatro físico, dança, música e cinema de animação, o espetáculo contou com a participação de jovens entre os 15 e os 28 anos desses municípios. O sonoplasta e realizador João Bento registou o processo desde dentro e em 2018 estreará um documentário sobre a criação do espetáculo. Finda a fase dedicada às artes de rua, o projeto Odisseia arrancou depois com a terceira e última fase, dedicada ao cinema e à música. A formação Do Filme à Música aconteceu já em Sesimbra e chegará, no primeiro semestre de 2018, a Oeiras, Barreiro, Santarém, Moita e Almada. Nessa formação, os participantes realizam uma curta-metragem e compõem a sua banda sonora. No final, as seis curtas são compiladas num único filme intitulado Curtas Migratórias. Odisseia conta com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian no âmbito da segunda edição do programa Partis.

Do Odisseia nasceu um outro projeto, Visionários. Enquanto que o primeiro se centra em adolescentes e jovens adultos de vários municípios, colocando-os no centro do processo criativo e contribuindo para o seu empoderamento, Visionários abre-se à comunidade no sentido lato, pretendendo 
envolver espectadores de todas as idades, que passam a assumir o papel de programadores. Inspirado numa iniciativa italiana, Visionários foi lançado em simultâneo com o Dia Europeu do Espectador, uma organização do projeto BeSpecACTIVE! que reuniu centenas pessoas em várias cidades da Europa, conectados digitalmente para partilharem as suas experiências enquanto “espectadores ativos”.

Alguns grupos de Visionários da Artemrede serão responsáveis por uma parte da programação do 2ª Festival Manobras, que acontecerá em setembro e outubro do próximo ano. A edição de 2017 - uma versão revista e aumentada da Festa da Marioneta que a Artemrede organizou durante sete anos - trouxe uma dezena de espetáculos e oficinas de marionetas e formas animadas a vários teatros e espaços não convencionais de 13 municípios. Em 2018, Ano Europeu do Património Cultural, o Manobras vai reforçar a sua programação com atividades enquadradas no legado material e imaterial das regiões.

Patri... Kê – Visitas Extraordinárias por Guias Extraordinários, o projeto de educação patrimonial que arrancou em 2017 em Pombal e Alcobaça, chegará no próximo ano a Abrantes e Alcanena. 

Visionários, Manobras e o Patri... Kê inserem-se no projeto Outros Centros, cofinanciado pelo programa Centro 2020.

Dois mil e dezassete foi também o ano do 2º Fórum Político, dedicado à territorialização das políticas públicas de cultura, organizado em colaboração com a Direção Geral das Artes. As notas conclusivas do fórum, disponibilizadas online, pretendem dar continuidade e aprofundar o debate iniciado no passado dia 30 de maio, no Espaço Memória (Barreiro). As propostas da Artemrede têm sido validadas pela discussão entre autarcas de filiações político-partidárias distintas, representando cidades de escalas e características muito diversas.

Os técnicos dos municípios associados beneficiaram de várias oportunidades de networking e de formação. No início de agosto, uma equipa de programadores deslocou-se ao MiMa – Festival des Arts des Marionnettes de Mirepoix, em França, e em outubro, vários técnicos participaram numa formação em mediação cultural com Luca Ricci e Inês Barahona. O curso Cultura e Desenvolvimento, que conta com a coordenação pedagógica de Pedro Costa e António Pinto Ribeiro, arrancou em novembro e continuará a desenrolar-se ao longo de 2018.

Por fim, a internacionalização. O ano que agora finda foi também marcado pelo primeiro projeto europeu que a Artemrede lidera com o apoio do programa Europa CriativaA Manual on Work and Happiness teve a sua primeira atividade pública durante o Festival Pergine Spettacolo Aperto (Itália), em julho. O Seminário Internacional reuniu artistas e académicos para discutir temas como as novas formas de organização do trabalho, o ócio e o modo como tudo isso se pode articular com a felicidade coletiva e individual. Ao seminário seguiu-se a escrita da peça de teatro “A Manual on Work and Happiness” pelo dramaturgo espanhol Pablo Gisbert e pela companhia de teatro mala voadora, em agosto, durante uma residência no centro cultural L’arboreto – Teatro dimora di Mondaino (Itália). É esse texto que servirá de base às residências artísticas que terão lugar entre março e julho de 2018 em Alcobaça, no Montijo, em Patras (Grécia) e em Pergine (Itália). Essas residências darão origem a quatro performances diferentes que contarão com um ator profissional e com a participação das populações locais. O texto da peça e um manual de instruções cénicas serão disponibilizados online. Qualquer companhia de teatro poderá fazer o download e criar a sua própria versão da peça, livre de direitos de autor.

Outro  desafio emergiu deste projeto europeu: a constituição de uma rede intitulada Southern Coalition, cujo objetivo é reforçar as ligações entre o centro e as periferias através de projetos culturais, cultivando um diálogo próximo entre artistas, operadores culturais e comunidades - e assentando as suas futuras atividades em três áreas de ação: políticas culturais, estratégias colaborativas e capacitação. A Southern Coalition será apresentada publicamente durante o próximo ano.

Dois mil e dezoito será, assim, um ano de continuidade, que se vislumbra desafiante e construtivo.  


Créditos/foto: João Bento

Modificado emsegunda, 29 janeiro 2018 18:22

Newsletter

       

ARTEMREDE - Teatros Associados
Palácio João Afonso
Rua Miguel Bombarda, 4 R/C
2000-080 Santarém
Portugal