Notícias

ARTEMREDE: 2016 EM RETROSPETIVA, 2017 EM PERSPETIVA

A Artemrede chega ao fim de 2016 com um balanço positivo do ano. Doze meses exigentes e construtivos durante os quais se prosseguiu a implementação do plano estratégico que redefiniu a missão da associação até 2020, consolidando-a enquanto rede de municípios que promove a qualificação e o desenvolvimento territorial a partir e através da cultura. Vários foram os acontecimentos e iniciativas que marcaram o ano. Passamos 2016 em revista, já com os olhos postos em 2017.

O ano que agora acaba trouxe um novo membro à Artemrede, que passou a contar com 14 associados. A adesão da Câmara Municipal de Lisboa permitiu que os projetos da associação possam a partir de agora chegar também a vários espaços na capital. Outras adesões estão atualmente em negociação e é expectável que esses processos se concluam ao longo de 2017.

2016 foi também o ano do arranque do projeto de intervenção social ODISSEIA. Cofinanciado pela Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito da 2ª edição do programa PARTIS, ODISSEIA é um projeto de três anos (termina em 2018) que promove a formação e capacitação artísticas em seis municípios associados - Almada, Barreiro, Moita, Oeiras, Santarém e Sesimbra. Neste primeiro ano, vários jovens puderam participar na criação do espetáculo E AGORA NÓS, com encenação de Rui Catalão. Em 2017, outros jovens participarão numa nova produção com a companhia portuense Radar 360. A estreia está prevista para o próximo mês de abril.

Em maio de 2016, Abrantes acolheu o 1º FÓRUM POLÍTICO da Artemrede, uma iniciativa que reúne hoje mais de 20 autarquias à volta de uma mesma causa: políticas culturais consistentes tanto ao nível regional como ao nível nacional, com mecanismos de financiamento eficientes à programação descentralizada e à cooperação cultural em rede e, por fim, a criação de canais específicos de apoio à cultura no âmbito do Portugal 2020.

No que respeita à programação, a Artemrede apresentou mais de 60 sessões de 25 espetáculos, oficinas e atividades nos vários equipamentos dos municípios associados, entre os quais oito integraram a FESTA DA MARIONETA, que passou por 11 municípios - Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Barreiro, Moita, Montijo, Oeiras, Palmela, Santarém, Sesimbra e Sobral de Monte Agraço - e atraiu cerca 3 mil espectadores (adultos e crianças). Uma edição de sucesso para esta iniciativa que no próximo ano vai crescer e dar lugar ao MANOBRAS – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas. 

Em paralelo com estas iniciativas de contornos locais, a Artemrede abraçou também o seu primeiro desafio transnacional. O programa Europa Criativa da Comissão Europeia aprovou a candidatura do projeto A MANUAL ON WORK AND HAPPINESS, que tem como parceiros Pergine Spetaccolo Aperto (Itália), L' Arboreto (Itália) e Teatro Municipal e Regional de Patras (Grécia). O projeto apresenta várias componentes, entre elas a organização de um seminário internacional, várias formações no âmbito da recém-criada Southern Coalition e a realização de várias residências em três países, nas quais a companhia portuguesa mala voadora criará um espetáculo com as comunidades locais a partir de um texto original assinado pelo dramaturgo catalão Pablo Gisbert. 

2017 adivinha-se denso e cheio desafios! As novidades passarão por este site e pela página de Facebook. Fiquem atentos!

Modificado emquinta, 08 dezembro 2016 08:49
Newsletter

 

 

 

 

 

ARTEMREDE - Teatros Associados
Palácio João Afonso
Rua Miguel Bombarda, 4 R/C
2000-080 Santarém
Portugal
T. 243 322 050 / 243 321 878

Log in