NE PAS COUPER - TRAMAGAL

António-Pedro

ABRANTES  |  Museu Metalúrgica Duarte Ferreira - Tramagal  |  7 OUT  |  10:30 + 12:00 + 15:00 + 16:30 + 18:00 + 19:30
Apresentação conjunta: Espetáculo Geometrias do Diálogo + Filme Ne pas Couper - Tramagal + Visita ao Museu

Uma cine-carta para Eduardo Duarte Ferreira, nascido no Tramagal a 1856, terra que se viria a transformar profundamente pelo bater de asas deste homem-borboleta. Conta-se ao velho Eduardo, falecido em 1948, o que se passou entretanto na metalúrgica que fundou e na terra que o viu nascer. Como evoluiu aquilo que deixou, que caminhos tomou e como se encontra agora, no ano de 2017.
Algumas personagens, atuais, posam debaixo do chapéu de chuva que era a sua imagem de marca: até onde terão ido as ondas do teu bater de asas, Eduardo?

Sobre António-Pedro
António-Pedro é licenciado em Sociologia pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa, tendo realizado as cadeiras de Filmologia e Géneros Cinematográficos do curso de Comunicação Social. Compôs para filmes de Ivo M. Ferreira, Margarida Leitão, Leonor Noivo, Edgar Medina, Vasco Diogo; e espectáculos de O Bando, Teatro Meridional, Teatro da Serra de Montemuro, Ainhoa Vidal, Filipa Francisco, Companhia de Dança de Almada, Caroline Bergeron, Compagnie Sac a Dos (Be), Turak (Fr), Le luxe (Be) e Miguel Abreu, entre outros. Tocou ou gravou com João Afonso, Clara Andermatt, Real Pelágio, João Lucas, Fernando Mota, Camané, Jon Luz, Zé Eduardo, Artistas Unidos, Amélia Bentes. Foi professor na EPAOE do Chapitô e leciona ateliers no CCB e na Fundação Calouste Gulbenkian, entre outros. Participa no projecto 10X10 da Gulbenkian desde a sua 1ª Edição. Possui vasta experiência de trabalho artístico e pedagógico com a comunidade e é atualmente codirector artístico da Companhia Caótica. 

Ficha artística e técnica
Realização, imagem, montagem, música
António-Pedro
Som, assistência de produção Ana Paula Silvestre
Produção local e revisão histórica Lígia Marques
Tutoria de produção Patrícia Almeida
Pós-produção imagem Carlos Soares
Mistura de som Moz Carrapa
Imagens de Arquivo RTP/Cinemateca Portuguesa/ANIM
Produção Companhia Caótica/António-Pedro
Laboratório filme Andec Filmtechnik
Financiamento Artemrede/Festival Manobras
Apoio Bazar do Vídeo
Agradecimentos Fernando Mota, José Maria Lobo Antunes, Caroline Bergeron, Rui Gomes, Maria Bárcia, Ribeiro Chaves, Rodrigo Dâmaso, Paulo Abreu, Maria Rosa Barralé, Maria da Graça Alarico, Luisete Diogo Grácio, José Branco, Manuel Estrela, Gonçalves Pio, João Duarte Pedro (Escarola), Manuel Fernando Grácio, José Filipe dos Santos, Maximiano, Fernando Jorge, José Joaquim Ervideira, Jorge Pombinho, Estevão Jacob, Carlos Azevedo, António Mota, Luís Mendes Pombinho, Victor Hugo Cardoso, Lígia Marques, Luís Filipe Dias, Célia Amaro, . Joaquim Dias Amaro, Jorge Santos Silva, Ricardo Amaro, Jorge Rosa, Luís Lopes, António Mota, Luís Mendes Pombinho, Manuel Fernando Grácio, Mário Silva, José Freire Rodrigues, Nuno Falcão Rodrigues, Lina Mendonça, Maria da Graça Rafael, Sílvia Elias, Wenyi Cheng, Ana Maria Dias e Vânia Grácio.
Câmara Municipal de Abrantes, Junta de Freguesia de Tramagal, Grupo Diorama, Futrifer – Indústrias Ferroviárias SA, Futrimetal – Indústria e Comércio de Produtos Metálicos SA, Mitsubishi Fuso Truck Europe SA, Tramagal Sport União (TSU) Associação Tuna Tramagalense (TTL), Sociedade Artística Tramagalense, Quinta do Casal da Coelheira, Associação Humanitária de Dadores de Sangue da Freguesia de Tramagal, Luís Amaral Duarte Lda., Associação Vidas Cruzadas, A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria.

Duração 14m (aprox.)
Classificação etária M/3